V EDIÇÃO - 25 JUNHO 2017

sexta, novembro 24, 2017

Senhora da Piedade de Tábuas

 No sopé de uma vertente da Serra da Lousã, localiza-se Santuário da Nossa Senhora da Piedade de Tábuas, enquadrado por uma paisagem de rara beleza.

A fundação e o fundador da capela, Domingos Pires, estão envoltos numa curiosa lenda de aparições e anjos escultores. O lavrador, que era julgado de recuada época, veio o historiador Belisário Pimenta encontrá-lo bem identificado, com a mulher Leonor Eanes e as filhas Eva e Maria Martinho, nos meados do séc. XVI. Os restos artísticos mais antigos confirmam-no igualmente. O santuário foi sede de grande devoção e romaria.


A capela principal encontra-se disposta cenograficamente numa elevação – que teve o nome de Malhadinha – que se destaca numa garganta apertada da serra de Miranda. Como de costume, desenvolveu-se o santuário ao longo do caminho de acesso, por meio de motivos secundários, que formam um todo: capela de S. José, cruzeiro e capela de Santo Amaro, fonte, a capela propriamente dita, ao que juntaram nas vertentes próximas umas capelas nichos sem valor.


O edifício da capela da Piedade data da segunda metade do séc. XVI, com algumas reformas no séc. XVIII e adendas posteriores.

Em 1998 a Capela principal do Santuário foi atingida por um incêndio que destruiu todo o interior. Seguiu-se a obra de recuperação, inaugurada em 2005.